Carregando...
Cancelar Pré-carregamento
  • (21) 2509-8771
  • Seg. a Sex. 08:30 às 17:30.

palestras

Você está aqui

Demonstração de auto aplicação de Jin Shin Jyutsu

 

No dia 25 de julho de 2017 (terça-feira), na Sede Social da AFIPER, a Auditora Fiscal da RFB e Terapeuta de Jin Shin Jyutsu Luciane Corado Pereira, realizou com os sócios e seus convidados uma demonstração de auto aplicação da arte milenar Jin Shin Jyutsu.

         A terapeuta Luciane, a partir de setembro de 2017, todas as sextas-feiras irá realizar atendimentos na Sede Social da AFIPERJ. A marcação de consultas serão realizadas pela própria, no número (21) 99707-0657.

A TERAPEUTA EXPLICA:

Como é o tratamento?

         A sessão de Jin Shin Jyutsu é individual, realizada com a pessoa vestida e geralmente deitada. O terapeuta aplica sequências de toques de acordo com as necessidades específicas de cada pessoa durante o atendimento. O Jin Shin Jyutsu não é massagem – não há pressão nem fricção nos toques aplicados.

         A duração das sessões é de aproximadamente 1 hora, e sua frequência depende da necessidade de quem a recebe – pode ser diária, semanal, quinzenal ou em qualquer outro ritmo.

         Um tratamento não tem número predeterminado de sessões e o terapeuta costuma ensinar exercícios de autoaplicação para o paciente. Assim, ele pouco a pouco vai aprendendo a cuidar de si mesmo e se torna cada vez mais autônomo.

         Com as sessões de Jin Shin Jyutsu e os exercícios de autoaplicação, os padrões de circulação energética são gradativamente desbloqueados e restaurados, o que gera efeitos benéficos não apenas nos pensamentos e sentimentos, mas também no corpo.

Tags:

“Doenças de Inverno”

No dia 26 de julho a AFIPERJ recebeu a Dra. Cleusa Maria Schinke Genn, Alergologista e Imunologista, foi professora titular da PUC/RJ, de pós-graduação na Santa Casa de Misericórdia, e no Hospital Marcílio Dias.

         Com a desenvoltura de quem conhece a fundo a sua especialidade, a Drª. Cleusa alertou para o fato de que é durante o inverno que aumentam os casos de doenças, principalmente respiratórias como gripes, resfriados, pneumonias e sinusites, assim como as doenças alergo-respiratórias como rinite, sinusite alérgica e bronquite, pois é nessa estação do ano que proliferam os ácaros e fungos no ambiente.

Ao final da palestra, a médica distribuiu o calendário de vacinação e lembrou dos cuidados básicos que devemos ter durante esse período do ano:

 

Drª. Informa:

É importante:

  • Deixar a casa bem arejada.
  • Evitar contato com pessoas doentes.
  • Ter cuidado ao espirrar ou tossir, protegendo q boca e o nariz.

Para prevenir essas doenças de inverno existem vacinas.

Segue em anexo o calendário de vacinação do idoso.

 

Tags: